FACEBOOK     INSTAGRAM     LINKEDIN         Atendimento 24 horas: +55 (16) 3209-1666.

Obesidade: a saúde na balança

Excesso de peso é muito mais do que um problema estético, mas um fator de risco para uma série de doenças. Uma pessoa obesa tem mais propensão a desenvolver problemas como hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, problemas físicos como artrose, pedra na vesícula, artrite, cansaço, refluxo esofágico, tumores de intestino e de vesícula. Além de fatores psicológicos, como a diminuição da autoestima e a depressão.

Por isso, é preciso ficar de olho nos principais fatores de risco da obesidade:

Genética e estilo de vida familiar: a genética pode afetar a quantidade de gordura corporal que você armazena e onde é distribuída. E não só pelos genes a obesidade tende a correr em famílias. Se um ou ambos os seus pais são obesos, o risco de ser obeso é aumentado, já que os familiares tendem a compartilhar hábitos alimentares e de atividade semelhantes.

Inatividade e dieta não saudável: com um estilo de vida sedentário, você acaba ingerindo mais calorias do que gasta. E se somar isso à uma dieta rica em calorias, carente de frutas e vegetais, cheia de fast food e grandes porções, o aumento de peso é certo.

Problemas médicos: em algumas pessoas, a obesidade pode ser atribuída a uma causa médica, como a síndrome de Prader-Willi, a síndrome de Cushing , além de disfunções endócrinas.

Medicamentos: alguns medicamentos podem levar ao ganho de peso se você não compensar por meio de dieta ou atividade., como é o caso de alguns antidepressivos, anticonvulsivos, medicamentos para diabetes, antipsicóticos, esteróides e beta-bloqueadores.

Idade: embora a obesidade possa ocorrer em qualquer idade, à medida que você envelhece, mudanças hormonais e um estilo de vida menos ativo aumentam o risco de obesidade. Além disso, a quantidade de músculo em seu corpo tende a diminuir com a idade, diminuindo o metabolismo.

Problemas para dormir: não dormir o suficiente ou dormir demais pode causar alterações nos hormônios que aumentam o apetite. Você também pode desejar alimentos ricos em calorias e carboidratos, o que pode contribuir para o ganho de peso.

Seja qual for o caso que leve à obesidade, não há soluções de curto prazo. Por isso, na hora de pensar em perder peso, procure um especialista.

Leave a Reply

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Cadastre-se para receber nossas novidades: