FACEBOOK     INSTAGRAM     LINKEDIN         Atendimento 24 horas: +55 (16) 3209-1666.

O teste do pezinho é importante para a saúde do bebê

Algumas gotinhas de sangue retiradas do calcanhar do bebê nos primeiros dias de vida são capazes de salvar a vida do pequeno. Estamos do teste do pezinho, cuja importância é tamanha que todo bebê recém-nascido tem direito adquirido ao exame. A prática virou obrigatória por lei desde 1992 e, em 2001, o Ministério da Saúde criou o Programa Nacional de Triagem Neonatal, que garante que seja realizada em todo o Brasil pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O teste, realizado entre o segundo e quinto dia após o nascimento, tem como objetivo detectar precocemente doenças metabólicas, genéticas e infecciosas que, muitas vezes, demoram a apresentar os primeiros sintomas, mas que são capazes de afetar o desenvolvimento neuropsicomotor do recém-nascido.

Há 3 tipos de testes do pezinho: o Básico, o Ampliado e o Super. Em sua versão básica, garantida pelo SUS e assegurada por lei, o teste do pezinho diagnostica quatro patologias metabólicas e genéticas: a Fenilcetonúria, o Hipotireoidismo Congênito, a Anemia Falciforme (e demais doenças do sangue) e a Fibrose Cística. O Ampliado detecta 10 doenças e o Super, até 48 doenças. Vale ressaltar que o teste ampliado e o super não são gratuitos e têm suas indicações específicas, orientadas pelo médico, para algumas famílias.

Caso o bebê tenha nascido em casa ou não realizou o teste na maternidade por alguma razão, é fundamental que seja levado a um posto de coleta para realizar o exame até o quinto dia de vida. Importante lembrar que depois do sétimo dia de vida a chance de detecção destas doenças diminui bastante.

Caso o resultado do teste do pezinho dê positivo para alguma enfermidade, a criança pode ser reconvocada para uma segunda coleta e, se o teste confirmar positivo, encaminhada para ambulatórios especiais ou centros de referência, onde a família receberá todas as orientações necessárias.

Procure um médico pediatra ou converse com seu obstetra do Hospital São Marcos para saber tudo o que precisa para a saúde de seu bebê.

Leave a Reply

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Cadastre-se para receber nossas novidades: